Universidade Multicampi e o processo de interiorização da pós- -graduação stricto sensu: desafios e possibilidades

  • Angra Santos Porto Universidade do Estado da Bahia (UNEB)
  • Marcius de Almeida Gomes Universidade do estado da Bahia (UNEB)
  • Sandra Célia Coelho Gomes da Silva Universidade do Estado da Bahia (UNEB)

Resumo

O Plano Nacional de Pós-Graduação (PNPG – 2011-2020) trata da redução das disparidades regionais na oferta de Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu no Brasil, a partir do diagnóstico e políticas estratégicas por mesorregiões. Nesse sentido, esta pesquisa investigou o processo de interiorização da pós-graduação stricto sensu da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), no Território de Identidade Sertão Produtivo. Para isso, foi proposto o diagnóstico do perfil institucional, da percepção e dos discursos de professores (as) doutores (as), a respeito das condições acadêmicas, gerenciais e de infraestrutura para interiorização da pós-graduação stricto sensu na região, por meio da aplicação de formulário online e de entrevistas individuais e semiestruturadas, utilizando-se como técnica de análise o Discurso do Sujeito Coletivo (DSC). Os resultados apresentam discursos síntese, extraídos das expressões-chave, ideias centrais e/ou ancoragens, com base em indicadores relativos à percepção de como tem sido a atuação da Universidade, a importância da criação de programas e estratégias institucionais, as dificuldades, potencialidades, expectativas e proposições, que demonstram o potencial estratégico, os desafios e as possibilidades da UNEB e sua inserção no território para consolidar uma política institucional de interiorização.

Palavras-chave: universidade multicampi; território; pós-graduação stricto sensu.

 
Publicado
2021-01-30